Celebração da missa de um ano da Viagem Fora do Combinado do Poeta Samuel Barreto

Há um ano atrás Pedreiras perdia Samuel Barreto, poeta, escritor, compositor, radialista, professor e ser humano iluminado que marcou a história da cidade.

Samuel Barreto

Além do mais, foi filho, pai, marido e amigo, sendo agora eterno no coração de todos que tiveram o prazer de conhece-lo.

Lançou alguns livros, entre eles: S.O.S. Libertação, A Rua da Golada e Sua Identidade, Caderno de Passagens, Versos Cinzentos e o Paraibano: do submundo para a vida.

Ana Ceci, filha de Samuel

Na noite dessa terça-feira (13) foi realizado no Santuário São Benedito uma missa em sua homenagem, onde familiares e amigos puderam expressar mais uma vez a falta do poeta.

João Luís Barreto, filho de Samuel

Seus filhos participaram da celebração, e o caçula João Luís Barreto recitou um poema para o pai com muita emoção, dando voz em seguida para Zé Barreto, irmão de Samuel que de modo saudoso relembrou e emocionou todos presentes.

Zé Barreto, irmão de Samuel

Seu padrinho Etinho também usou da palavra para lembrar de Samuel como além de poeta, como um homem empático que sempre se preocupou com todos e esteve presente em lutas para garantir uma vida melhor para a população.

Etinho, padrinho de Samuel

Wescley Brito recitou um poema em homenagem ao amigo e companheiro da Acadêmia Pedreirense de Letras, onde fala da saudade dele que tão cedo precisou partir.

Wescley Brito, amigo de Samuel

Foi uma noite emocionante, com transmissão ao vivo pelo canal do Santuário no YouTube e pelo Instagram do companheiro Sandro Vagner.

Vinícius, Francinete, Manelzinho, Marcelo, Carlos Leite, Dizia Siqueira e Chagas Melo

A missa de um ano da viagem fora do combinado de Samuel Barreto foi encerrada com artistas Pedreirenses em coro, artistas esses que além de tudo eram amigos e que agora propagam a arte do poeta.

Confira:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*