Ex-aliado de Tema, falso advogado pode ser preso a qualquer momento por estelionato.

Durante a campanha eleitoral de 2020, Janiel Sousa foi acusado por populares de estar sendo remunerado pela Prefeitura de Tuntum para espalhar fake news nas redes sociais

374

Compartilhamentos

1.3k

Visualizações

O ex-assessor de comunicação da Prefeitura Minicipal de Tuntum (MA), o autodenominado advogado, Janiel Sousa, pode ser preso a qualquer momento.

É que ele responde por diversos crimes cometidos no Estado do Piauí, entre eles, o de estelionato, segundo Boletim de Ocorrência, datado do início de 2020.

A informação é de que o ex-aliado da gestão Tema, teria deixado de repassar uma quantia de R$ 2 mil para a vítima Krisley Moura Rabelo. O valor correspondia a um consórcio.

Em Tuntum, ele retornou em meados de 2020, para ajudar o grupo político do ex-prefeito Cleomar Tema e do empresário Dida do Tema. Desta vez, o estelionatário se apresentava como advogado.

Em nota, a Secretaria Administrativa da OAB-PI, informou que o mesmo não possui cadastro ativo na Ordem, portanto, não podendo exercer a advocacia como profissão.

Durante a campanha eleitoral de 2020, Janiel Sousa foi acusado por populares de estar sendo remunerado pela Prefeitura de Tuntum para espalhar fake news nas redes sociais.

O objetivo principal era denegrir a imagem dos adversários do ex-prefeito.

Nas últimas semanas foram fortes os rumores de que a Polícia do Piauí e do Maranhão devem efetuar a prisão do mesmo. Depois do resultado da eleição, Janiel não foi mais visto em ambientes públicos pela cidade de Tuntum.

Fonte: Noticias Maranhão.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*