IML vai até Joselândia desenterrar feto enterrado a Cinco anos, para realizar exame de DNA.

 

Segundo informações apuradas pelo blog, o instituto médico-legal, se dirigiu até a cidade de Joselândia depois de denúncia feita na delegacia de polícia Civil do Município, para realizar um exame de DNA em um feto, que foi abortado a 5 anos atrás.

O objetivo desse exame, é reconhecer o pai, e autor do crime de estrupo e abuso sexual, a mulher que abortou o feto, segundo informações tem problemas mentais.

A (três) suspeitos do crime, aonde já tem um preso, e o exame botar um ponto final no mistério. Nome da vítima e dos suspeitos não foram revelados.

 

Veja os vídeos abaixo:

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*