Prefeito Raimundo foge de reunião que definiria pagamentos dos servidores municipais.

O prefeito Raimundo da Audiolar, ao que parece não pretende atender a solicitação dos servidores municipais em relação a um acordo de pagamento dos salários de dezembro.

De acordo com informações, o atual gestor não compareceu a reunião marcada para quinta-feira (21), no Ministério Público, enviando o então procurador do município Eder Nogueira como seu representante.

Durante a reunião os servidores foram informados que os pagamentos não seriam realizados, pois segundo a gestão não existe dinheiro em conta. Ainda de acordo com informações, o representante do sindicado e demais servidores alegaram que havia dinheiro sim, e foram creditados nas contas do município em janeiro. O representando do prefeito, informou que o dinheiro seria para pagar a folha de janeiro e não a de dezembro, gerando mais um vez um impasse em relação aos pagamentos.

Diante do empasse e sem formalizar acordo, o sindicato marcou outra reunião, agora para o dia 29 de Janeiro, caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas, os servidores iniciarão um movimento para cobrar seus salários e direitos.

O imbróglio envolvendo o pagamento referente ao mês de dezembro já dura 21 dias. À atua gestão diz que não existe dinheiro em caixa, e alega que a responsabilidade seria da gestão anterior.

A gestão anterior mostrou através de documento que havia saldo suficiente para pagar todos os funcionário e que os mesmos não foram feito em dezembro porque os recursos para determinada folha só estariam disponíveis no mês subsequente, ou seja, 10 de janeiro. Enquanto a questão não é resolvida, pais de família continuam sem dinheiro, e sem uma solução.

De Wilque  Gomes

2 Comentários

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*